quinta-feira, 3 de janeiro de 2008

Dois gatinhos e uma flor./Two cats and one flower







"Se você acredita que ser feliz compromete seu currículo de intelectual engajado, troque por outro termo, mas não cuspa nesse prato. Embriague-se de satisfação íntima e justifique-se dizendo que é um louco, apenas isso. Como você sabe, os loucos sempre encontram as portas do céu abertas" Martha Medeiros. "Ser feliz não é pecado", Revista O Globo, 31.12.07.
Andava meio cansada das crônicas dela, apesar de admirá-la. Mas essa aí, eu gostei muito. Talvez porque eu sinta na pele tudo o que ela disse: a felicidade incomoda os outros, não diga que é feliz senão vão dizer que você é marciana apesar de não ser verde. As pessoas infelizes dão a entender que têm uma vida mais profunda porque não estão associadas ao padrão "comercial de margarina".
Por isso quero mais é ser louca, fazer comercial de margarina na realidade, cuidar dos meus animais, minhas plantas, minha casa, filhos, marido, pai, mãe, não necessariamente nesta ordem, e ser feliz com pouco. Pouco, segundo os angustiados,irônicos, pessimistas e infelizes!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

É sempre muito bom receber sua visita.
Se quiser deixar um recadinho, ficarei feliz.
Volte outras vezes.
Beijo!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...